Há alguns posts deram CHILIQUE porque eu dei a entender que é ignorância a cultura de usar burca. Disseram que religião não se discute e justificaram dizendo que não cabe a ninguém julgar outra cultura.

POR QUE?

O que há de tão intocável na religião ou em qualquer cultura que impede que sejam questionadas? Devo respeitar e anuir com uma cultura que promove a pedofilia, o assassinato e a tortura, por exemplo? Argumentam como se nenhuma religião (criação humana) e nenhuma cultura (também criação humana) compartilhasse da principal característica do homem: o erro.

Discutir cultura e religião e, na verdade, qualquer outro TEMA, é essencial para que nos conheçamos melhor e para que o mundo continue a mudar. Enquanto acharmos que algo é intocável e sagrado só pelo fato de ser cultural ou pertencente a outra religião, teremos de conviver com estupro, violência contra a mulher e a criança, pessoas sofrendo e sendo queimadas ou apedrejadas vivas por serem gays, diferentes ou sob acusação de bruxaria.

Achei relevante esse post do Mail Online que mostra fotos de meninas, crianças, na verdade, obrigadas a se casarem com homens bem mais velhos (ou com outra criança), a se submeterem a uma vida iliterada, trancafiadas em casa sofrendo violência e abuso, em nome de uma religião ou cultura que, segundo muitos aqui, não podem ser contestadas.

Criticar é saudável, meus amigos. E pensar é grátis.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.

 

 

 

 

Casamentos arranjados

Categoria: Fotos
0

0 comentários

  • A cultura deles é vergonhosa, são o povo mais primitivo da Terra.

    • Cultura não é algo que se discute, cara. Eles devem achar a nossa ridicula tambem, é tudo questão de ponto de vista.

      • Então por que está tentando contrariar a opinião dele acerca do fato da cultura deles ser ridícula?

      • Se é questão de ponto de vista então se discute.
        Pimenta no cu dos outros é refresco msm, não é você que ta la ne?
        eu quero mais é liberdade de escolher em quem eu vou acreditar, com quem eu vou casar, o que vou vestir, comer e usar.

        • Devemos ter nossa opção de escolher o que queremos, e não viver em meio de uma sociedade que devemos por obrigação seguir uma religião e uma cultura. Cultura é questão de ponto de vista até o momento que vc pode escolher qual cultura quer seguir, mas lá ninguém tem essa possibilidade de escolher, todos devem seguir a mesma religião e cultura, caso contrário essas pessoas "radicais" que se colocam contra tal cultura e religião, podem ser condenadas até mesmo á morte.
          Pra mim isso não é cultura em nenhum lugar, isso se chama crueldade. Me digam um Deus que já ouviram dizer que é à favor da crueldade entre seus seguidores, alguém conhece um Deus que prega a dor? Definitivamente, isso não é cultura, e muito menos religião.
          Isso é uma incontestável ignorância!

      • Ponto de vista uma porra velho, para de ser escrota, mesmo sendo a verdade e o certo ou errado coisas não absolutas, mano não tem como partilhar de fato destas tortutas e outras coisas, hipocrisia, não há nada de bom em obrigar garotas de 9 anos a se casarem com velhos que irão abusar e agredir as mesmas, se você partilha disso tu é tão verme quanto quem pratica a acão, ridiculo.
        ( antes que algum babaca resolva falar algo, nem tem todos acentos ou cedilha no que escrevi pois estou usando um sony vaio que não foi comprado no Brasil, logo não tem as paradas).

      • Cultura se discute sim. Se a cultura é intocavel eu posso fazer atrocidades e me justificar nela.
        Vale lembrar o que alguns indios fazem, enterram crianças vivas.

      • Então se vc tivesse nascido em uma família nessa cultura, vc não se importaria de ser obrigada a seguir a religião deles, se casar com 12 anos, engravidar com 13 e apanhar tanto a ponto de ter um braço quebrado?

        E além de tudo isso, não poder ter conhecimento de que existem outras opções?

        Cultura não se discute realmente, mas só quando a pessoa não é obrigada a seguir e quando ninguém é prejudicado.

    • não discordo de a cultura deles ser ridícula, mas de.ser o povo mais primitivo da terra. a cultura do 'jeitinho', do 'se dar bem a todo custo' e da corrupção (que não se limita aos políticos por essas bandas) seria uma cultura de vanguarda?

  • A 'alegria' contida nessas fotos…

  • Religião é coisa de gente ignorante. http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/a-carta-

  • Esse texto do Sicko, foi impressionante. Nunca li uma critica tão bem feita, parabéns Sicko!

  • Fotos bem impactantes!

  • Muita juventude perdida. Muitas imposições severas na vida dessas meninas… A expressão no rosto da garota da sexta foto me cortou o coração =(

  • O repeito que deve existir é de ser humano para ser humano. Religião, Cultura, Opiniões, e até mesmo escolhas podem ser, e devem ser discutidas, e ninguém tem obrigação de respeita-las.

  • Concordo plenamente, o mundo só evolui porque as pessoas PENSAM e CRITICAM o que já existe tentando melhorar, se isso fosse errado, estríamos vivendo em cavernas até hoje, essas fotos realmente mostram algo que pode ser "normal" em algumas culturas/religiões em alguns cantos do mundo, mas para a sociedade em geral, não é certo, creio que a próxima geração irá entender isso, pessoas que sofrem com essas coisas, agora terão a chance de mudar (ou não) e criar seus filhos com ideologias diferentes, pois o mundo está aberto a opções…

  • eu acho que questionar algo sempre é valido, mas é necessário manter o respeito c/ eles, fazer com que eles mesmos se questionem e mudem de mentalidade com o tempo e não simplesmente impor a proibição de casamentos arranjados ou outras coisas erradas isso só deixaria-los mais fechados e intolerantes. muitas vezes o grande problema não é a religião em si, mas a maneira como seus seguidores a interpretam de uma maneira que acaba sendo o oposto da proposta original. sermos tão intolerantes como eles não vai melhorar em nada. entender os motivos e questiona-los em um dialogo respeitoso poderá trazer melhoras.

  • Toda religião está errada. Nenhuma está nem um pouco certa.

    • a culpa ñ é das religiões mas do homens, se vc estudar e entender as religiões vc poderá aprender muitas coisas boas, independente se vc acredita em deus ou ñ.

  • Religião é uma merda mesmo. Só aliena as pessoas. Deve ser discutida sim como qualquer outro assunto, só que os alienados filhos-da-puta já começam a falar que é blasfêmia e blablabla. Ah, vão se foder todos vocês com sua crença, mas não precisa foder a vida dos outros por isso. A única coisa útil que deveria ser pregada em uma religião era o "amor ao próximo", nada mais. O resto é detalhe. Só que o problema é esse detalhe.

    • e vc chamando eles de alienados filhos da puta ñ vai ajudar em nada a mudar isso só vai deixa-los + putos da vida

    • interessante… me diga como é conhecer todas as religiões e todos os crentes?

  • Concordo sicko….todos os temas são discutíveis, mas quando alguém opina sobre religião, logo aparece uma montanha de críticas, como se esse tema fosse proibido e intocável. Que cada um pode acreditar no que quiser, posso até concordar. Agora, pedir para que eu aceite e não opine a respeite de costumes bárbaros e que ferem a liberdade humana, ai é outra história. Todos podem criticar tudo e todos, só não podem falar sobre deus e a religião, não podem questionar dogmas que foram construídos em situações questionáveis por homens da idade do bronze…wtf??? O pensamento intocável deixou que o homem tivesse escravos, que as mulheres fossem subestimadas e humilhadas, que a terra fosse o centro do universo e por ai vai. Já o pensamento livre, aos poucos vai libertando aqueles que sempre foram deixados de lado por interesses mascarados e considerados sagrados em suas respectivas épocas…questionar faz o mundo girar. Um dia tivemos vários deuses, hoje só temos um, amanhã….

  • Sicko, em toda religião e cultura existem aqueles qeu seguem os preceitos e leis e regras, e tem aqueles que as deturbam grosseiramente.
    No primeiro post que fizeste as mulheres não usavam a burca e sim o shador, negro com veu cobrindo as narinas e a boca, normalmente utilizada na península arábica, significa que as mulheres são casadas, e a cobertura na boca e´tão somente para proteção contra os ventos quentes e cheios de areia.
    Neste post, consegui perceber que a grande maioria, senão todas, as fotos é de muçulmanos sunitas que segue os preceitos da seita Talibã (eu chamo de seita por que eles deturbam demais os preceitos do Alcorão) e pra eles sim o que eles pensam vale mais qeu o que Deus pregou. Estabeleceu-e no talibã que as mulheres são propriedades do marido ou do pai. Na tradição da maioria dos países que seguem o islã e charia que as mulheres só usem o véu, ou o shador, ou até a burca se preferirem depois da menarca.
    Antes de criticarmos seriamente e universalizarmos essa visão de que a moralidade e a liberalidade judaico cristã é a mais comum, vamos estudar um pouco. As Judias ortodoxas são proibidas de mostrar os cabelos em público, as catolicas do rito tridentino não podem entrar na igreja sem véu, e são outros tantos exemplos de outros tantos "abusos" de culturas diferentes das nossas.

    • Ameei seu comentário!!! O mau das pessoas é que elas sempre generalizam tudo!!!!

  • Talvez esse artigo que escrevi possa enriquecer o debate e esclarecer alguns pontos em relação ao conceito de cultura – ou não. Aproveitando também para divulgar meu site. Quem sabe o Sicko dá uma força para o SobreHistória.org que está completando um ano neste mês? ;P
    http://www.sobrehistoria.org/o-conceito-de-cultur

  • Vejam bem… se religião fosse boa, não iria contra a capacidade do ser humano de pensar. Não iria impor (é, IMPOR) sob pena de queimar no inferno a crença ignorante em algo que foi criado pelo próprio homem para controlar a massa. Não to dizendo aqui que Deus não existe ou qualquer coisa relacionada. É só pensar: se nem meu pai me pune com o fogo do inferno, porque cargas d'água Deus iria fazer o mesmo porque eu não rezei três vezes ao dia? Se pensar e criticar não fosse uma prerrogativa humana, porque teríamos essa capacidade?

  • Grande Sicko!!
    Vc jah tem o respeito da galere, porém vc foi além do "coisas engraçadas ou mulheres peladas de um blog!". todos sabemos que qlqr religião é burra aos olhos das outras e toda cultura é relevante para o seu usuario e ridicula para o observador. podemos apenas citar o caso da menina Manala que por qrer estudar, e lutar por isso, esta internada no hospital pq levou 2 tiros, um na cabeça e outro no torax. todas as formas radicais de pensar são absurdas, porém o radicalismo é algo que esta dentro de cada um e é externada com a desculpa de ser religioso. acho q qrer ser feliz e ter consiencia coletiva naum são coisas dificeis de alcançar. podemos realizar tais objetivos sem a necessidade de religiões. e não podemos apenas explorar o campo de exemplos usando estes absurdos, podemos usar tmbm pessoas que saem de porta em porta com "a sua missão", falando de como o seu Deus é melhor q todos os outros. isso é ridiculo!! pessoas que poderiam estar vivendo a sua vida tranquilamente, estar com a familia e etc, vão para a rua arrebanhar mais pessoas para suas igrejas simplesmente para q mais pessoas entreguem seus dizimos. se Deus deu livre escolha para o homem, pq entaum a religião(no geral) (sim, todas!!) não permite que seus fieis vivam suas vidas de forma livre!? temos sim que falar mais sobre as mentiras religiosas, temos sim que falar sobre pastores que se aproveitam de pessoas, de padres q estupram crianças, de freiras que enriquecem as custas de escolas religiosas. como qualquer outra mentira, a farsa religiosa um dia virá à tona e o ser humano poderá ser livre de verdade. "A compreensão divina é fruto da incompreensão humana!"

    outra coisa!

    Se o Brasil fosse colonizado pelo Império Chines, grande maioria dos brasileiros seriam Budistas. Buda saiu de uma flor de lotus, pesava mais de 200 kilos e pregava o equilibrio. Será que a bispa da Renascer seria bispa ainda !?

  • muito legal seu posicionamento Sicko !!

  • Religião é a praga da humanidade e essas culturas baseadas em medo e tirania tem e devem ser questionadas e mudadas.
    Cultura não é algo sagrado, são apenas costumes, e mtos já sumiram e já foram mudados inúmeras vezes.
    Devem ser lembrados e estudados, mas sempre questionados.
    Essas crianças das fotos sofrem todo dia coisas que essas pessoas que defendem a cultura delas nem imaginam… aposto que se essas pessoas estivessem no lugar das crianças, iriam querer mudar rapidinho.

  • Engraçado, agora cadê os caras que estavam falando merda nos comentários anteriores ? DUHSDUHSHUDUHDSAHUDSHUDSHUDSA

  • Sicko é um assunto sim para DISCUTIR e CRITICAR, não discriminar e insultar como fez no outro tópico. Uma pessoa que realmente almeja por mudanças deveria ter isso como princípio.

    • Não discriminei. Falei que é ignorância, e reafirmo.

      • Este é o problema dos ignorantes, acham que sua opinião é a que importa.

        • Na verdade são ignorantes sim. Ignorante é que não tem conhecimento. Ainda não expandiram suas mentes e analisaram o motivo de determinado costume praticado pelo seu povo ou religião.
          O único problema que vejo na cultura é esse. Nunca se é questionado o propósito daquilo.
          O sicko deu sua opinião pessoal, feita após reflexão. A ignorância não está em provar seu ponto de vista, mas sim em manter um ponto de vista secular que você nem sabe como começou e ainda o segue sem questionar.

        • Isso é arrogância, e não ignorância.

  • Enquanto isso, coisas tão ruins quanto essas – ou até piores – ocorrem todos os dias na nossa sociedade "moderna" e "evoluída", e ninguém fala nada, ou, quando falam, ninguém escuta…

  • "Religião não se discute" é uma afirmação estúpida, claro que se discute, fé cega nunca é bom.

    Se você realmente tem fé em seu deus/sua religião, por que não discutir sobre ela?

  • É complicado discutir culturas e hábitos de povos completamente diferente dos nossos pois simplesmente não conseguimos fazer uma analise sem preconceitos. Antes de julgar, é preciso compreender porque essas culturas existem há milhões de anos. É uma hipocrisia achar que vivemos no lado certo do mundo apenas pelo "achismo" de que nossa cultura é mais evoluída do que a destes povos citados nas imagens a cima, por exemplo. É por este mesmo pensamento que as guerras existem, pois uns não respeitam as culturas e tradições de outros, e querem impor seu pensamento a força.

    • Ele quis defender a crítica, o ato de questionar os pontos relevantes de uma cultura ou religião. Não quer dizer que você tenha que sair fazendo guerra por aí.

  • Só imaginem o contrário, imaginem o talibã invadir o Brasil e proibir o povo de acreditar em deus ou de não ter religião, das mulheres terem os mesmos direitos que os homens pq isso é o certo pra eles, é o que eles aprenderam como certo, quem somos pra julgar o que é certo? Quem está certo? Não existe certo nem correto, depende do ponto de vista. Se eu acho certo? Não não acho, mas foi pq aqui vivemos desse jeito, evoluímos desse jeito la eles desde sempre conviveram desse jeito, a milhões de anos, não é justo acabarmos com isso so pq na nossa opinião isso é certo.

  • Acima de qualquer CULTURA/RELIGIÃO existe o direito da liberdade e da escolha,algumas pessoas ainda não tem condições de se protegerem,como no caso das crianças,JAMAIS poderemos respeitar diferenças culturais que maltratem o próximo.

    O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética… O que me preocupa é o silêncio dos "bons".
    Martin Luther King

    • Respondeu exatamente com as mesmas palavras que iria responder. Nem precisava comentar.
      Acham que se todas essas meninas e mais muitas outras que inclusive tem seu corpo mutilado, clitóris arrancados sem nenhuma assepsia ou anestesia iriam fazê-lo se tivessem escolha?
      E Sicko, parabéns pelo tópico.

  • O problema não é criticar, é querer mudar algo que esta totalmente ligado a cultura. O modo de pensar deles, deve ser criticado-pois o humano evolui a partir da critica- mas querer que eles ajam de determinada forma partindo de princípios culturais, isso é errado!

  • A proposito, porque todos comentarios precisam da aprovação de moderador? tem algo ave com publicidade?

  • Pode discutir a vontade, vejo nada contra… Apenas tenha em mente que você não está fazendo nada mais do que impor as coisas que você acha certo sobre eles. Nenhum de vocês aqui ficaria feliz de ver os indianos totalmente revoltados com os seus hábitos alimentares.

  • Então se eu pegar meu vizinho socando a esposa dele eu posso dizer que "faz parte da cultura dele" e não tomar nenhuma atitude com relação a isso? O fato de um ser humano estar prejudicando outro já faz com que a "cultura" seja passível de crítica.

  • "Criticar é saudável, meus amigos. E pensar é grátis."

    Discordo, pensar é grátis pra alguns, pra outros custa muita energia e acabam deixando isso de lado.

  • Puxa vida, não acho interessante esse blog se politizar. Até hoje ele se caracterizou por estar além dessas discussões, um lugar para os apreciadores do humor pesado e irreverente.
    Aliás, o multiculturalismo é mesmo uma farsa. Um engodo que visa apenas justificar, poe uma via transversa, as aberrações sociais do capitalismo. Nós ocidentais deveríamos nutrir apenas um distanciamento, uma posição acrítica quanto às outras culturas, na melhor das palavras: nem elogiar nem criticar, não nos contaminarmos com seus valores nitidamente atrasados nem tentar impor os nossos a eles. Deixe-os para lá e voltemos à antiga putaria do LOL.

  • Pra eles é absolutamente normal e tem sido assim desde muuuitos e muuuitos anos.
    Infelizmente as crianças de lá e talves a maioria dos adultos jamais tenham tido dissernimento ou quem sabe uma pitada de auto crítica para ver a situação de fora e ao menos tentar perceber que apenas um dos lados está se "beneficiando". Concordo que tudo, sem excessão é passível de discussão, porém algumas coisas , como essa por exemplo é uma discussão que para fins práticos , não adianta. Acho muito difícil, beirando o impossível esse povo mudar de cultura. Do jeito que são eles preferem se auto destruir do que aceitar mudanças.

  • sempre tem aquele cuzao que fica dizendo "respeite a religiao", mas vamos ver o que é respeito? no meu dicionario ta escrito isso:

    Significado de Respeito

    s.m. Ação ou efeito de respeitar.
    Sentimento que leva a tratar alguém ou alguma coisa com grande atenção, profunda deferência, consideração ou reverência: respeito filial.
    Obediência, acatamento ou submissão: respeito às leis.
    Maneira pela qual é tratado um assunto, ponto-de-vista.
    Que ocasiona alguma coisa, motivo, razão.
    Sensação de medo, apreensão.

    dps de ler o significado da palavra eu só confirmo, nao, eu nao respeito religiao alguma

  • Culta feia é a nossa que transforma Eleições em Carnaval e só serve pra botar palhaços engravatados no governo pra rirem da nossa cara: Tem gente ainda que bota Collor, Sarney, Calheiros no poder depois de tudo que fizeram no passado… E o pior tem gente que reclama de Tiririca, um palhaço que só nos deu alegria, em vez de aceitar mais um palhaço no circo chamado brasil, pior os outros palhaços que fazem muitas mães chorar quando roubam o dinheiro público

  • Parabéns Sicko.
    E essas pessoas do "deixa quieto" ou do "isso não se discute", que usam o "argumento" de que devemos respeitar essas coisas porque é a cultura deles, saibam que estão usando de artifício muito nojento, escroto e perigoso chamado RELATIVISMO. E relativismo de cú é rola! rsrs. Abs.

  • Parabéns Sicko, belo texto, ifelizmente para pessoas ignorantes essas palavras de nada servem, não se pode mudar a cabeça de alguém que acredita apenas no que seu livro idiota diz!

  • Parei de ler no "Há alguns posts deram CHILIQUE porque eu dei a entender que é ignorância a cultura de usar burca."

    Concordância e pontos. A gente não vê por aqui!

  • John Lennon já cantava a muito tempo: "…Nothing to kill or die for and no religion too… ".

  • Sabe de uma coisa? As pessoas se preocupam demais com o que acontece fora do nosso país e se esquecem das bárbaries da nossa terra!!!

    Aqui no Brasil temos costumes tão brutais quanto! A farra do boi no paraná, os estupros e vendas de crianças nas fronteiras ao norte para prostituição e trabalhos forçados em garimpos!!!

    Por ano milhares de mulheres e crianças são espancadas até a morte nos quatro cantos do nosso país e ninguém faz nada!!! Existe a cultura que é dever do homem mostrar para a mulher seu devido lugar!!!

    Existem inúmeros seguidores de religiões bizarras que promovem o sacrifício "humano" dentro das nossas cidades, todos os anos milhares de crianças desaparecem mas apenas umas poucas reaparecem, porque?

    Vamos abrir o olho, quando pudermos fazer algo pela nossa sociedade e nossa cultura, estaremos aptos a ajudar os outros, mas por enquanto precisamos nos concentrar aqui e mudar a nossa realidade!!!

    "Todos os anos, aproximadamente 40 mil crianças desaparecem no Brasil. O número é assustador: é equivalente à população de uma cidade de porte médio. De acordo com dados da Subsecretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, só em São Paulo ocorrem 10 mil casos todos os anos. Ou seja, o equivalente a 30 novos casos por dia. Hoje estimativas da Subsecretaria demonstram que entre 10% e 15% dos meninos e meninas jamais serão encontrados. "

    • O que vc relatou é uma realidade sim, mas não são coisas com aprovação legal ou cultural. Diferente do que acontece com o que foi apresentado no post.

      • A farra do boi é sim evento cultural!
        O estupro de incapazes é mais "normal" e culturalmente aceito nas regiões do Norte do nosso país porque demonstra virilidade por parte do "homem" que pratica o ato!!! São facetas da nossa cultura desconhecidas ou ignoradas por grande parte da nossa tão "boa" sociedade!!!

  • O problema de se falar sobre uma religião, opinião política, cultura e etc… se deve apenas uma palavra: hipocrisia.
    Todo mundo tem um pouco disso dentro de si e infelizmente quando se fala num tema que concordamos ou fazemos parte nos ofendemos, tome um exemplo, o brasileiro pode fazer piada de português, um povo inteiro, chamando-os de idiotas e burros, fazemos uma piada de loira , piada de gordo outros se doem, piadas de pessoas de outra cor (sou decendente indígena, com raízes de negros na família.falo desde já pra não pensarem que sou racista) , é tudo uma questão de interpretação (de fato tem ocasiões que é nítida a ofensa mas isso não é o caso agora). Por exemplo temos e criamos vários estereótipos de raças e pessoas mas se criticamos, algo vem logo alguém daquele nicho atacando e dando voadora em tudo, (e sim perceba que essa mesma pessoa ri de piadas de outras raças, daí a hipocrisia). se nós conseguimos rir e criticar outras religiões e raças pq sempre temos que ficar nervosos com algo sobre seu povo? Na boa é brincadeira, se fosse algo para se levar a sério tudo bem, entenderia o motivo de raiva mas não tem sentido tudo que se posta na internet vem alguém xingar. Sim tb pertenço aos hipócritas que falam mal de índios com piadas de "tem que tacar fogo" , todo povo teve seu passado manchado com sangue, então é muita prepotência uns falarem "meu povo sofreu muito na 2ª guerra" e coisas do tipo.os europeus com tantas guerras na antiguidade, os asiáticos também, os negros também sofreram, os índios na américa latina foram massacrados também e ninguém fica toda hora lembrando do passado horrível pra pedir compreensão, acho que história serve para evitarmos os erros do passado. melhor mudar o que ficou no passado, fazendo o futuro melhor, não dá pra mudar o que ficou pra trás mas pra tudo melhorar basta pensar e ficar com mente aberta, ninguém pode impor a sua vontade pra cima de ninguém, melhoramos muito pois hoje podemos expor o que pensamos ao invés de termos que esconder o que se pensa para não morrermos. a questão é que muito jovem e adulto também tem cabeça fechada pra entender. lêem "acho a religião tal muito machista", pronto nem leu o comentário todo , só vai lembra daquelas palavrinhas e vai sair xingando e vai ler sem querer entender pq lá em cima chamou "a relgião de machista".

  • A nossa cultura também é inaceitavel para eles.. assim como eles nos respietam..e nos deixam em paz.. deixem eles na deles .. e cada um na sua… não da pra pensa que todos deviam usar tablets.. deviam estar na net.. abandonar seu povo.. só pra parecer aceitavel aos nossos olhos.. e "coisas estranhas" não acontecem só no oriente.. nossos indios, tem sua própia cultura… tem somente o necessário para viver.. e nem por isso são tristes ou infelizes do jeito que vivem.. apsesar que ja deve ter indoio com perfil no face ashuhsaas a evolução se da por ela própia.. discutir uma cultura.. religião.. sim.. agora julgar.. é uma coisa que se deve evitrar.. pois o que é bom pra vc.. pode não ser tão agrádavel para o outro.. respeita e estamos de boa!

  • Religião é um câncer que degenera nossa sociedade, tudo em prol de um velhinho barbado que se não fizer o que ele manda, vai ser punido.

    Tipo a história do homem do saco, só que sem o saco.

  • Puxa vida, não acho interessante esse blog se politizar. Até hoje ele se caracterizou por estar além dessas discussões, um lugar para os apreciadores do humor pesado e irreverente.

  • Estudem um pouco de etnoCentrismo, antes de saírem por ai vomitando um monte de merda!

    E quando digo isto é ler alguns livros de Antropologia ou SoCiologia, e não ficar lendo artigozinho de wikipedia e pagar de inteleCtual!

  • Concordo em partes com este ponto de vista.

    É extremamente pertinente respeitar o modo de vida alheio. Tanto no ocidental como no oriental, é natural encontrar críticas as culturas. Nós ocidentais temos a presunção de achar que o nosso modo de vida é o melhor em diversos aspectos, talvez partindo do princípio de que esse "modo melhor de vida" tenha nascido através da liberdade. Mas, pensando por esse lado, há de se levar em conta todo o individualismo e as mazelas que a vida ocidental traz. Viver em uma sociedade como a nossa, se não existir emparelhamento de ações que provoquem o bem, faz o indivíduo contrair diversos problemas psicólogos(depressão, ansiedade, sindrome do pânico, etc.). Todo mundo aqui conhece alguém com algum destes problemas.
    Ou seja, o nosso estilo de vida, também traz sérios resultados negativos ao sujeito. Podemos escrever um livro sobre o que existe de errado e que prejudica o ser humano no mundo ocidental.

    Lá do outro lado também existem extremos sim, mas também existem acertos. Conheci um mulçumano da Argeria e posso dizer que foi uma experiência fantástica conhecer uma religião totalmente diferente do que a midia prega. Uma pessoa de bem, que leva o sentimento sobre espiritualidade a sério e que se preocupa em agir corretamente, sempre ajudando a todos os semelhantes. Só aprendi coisas boas com eles.

    Por isso, mesmo olhando essas fotos, é preciso pensar um pouco ao invés de criticas. Primeiro, devemos enxergar que a cultura ali tem uma importância social e que existem CONTEXTOS que não devem ser desconsiderados. Simplesmente colocar a foto e dizer que é pedolofia e um abuso a infância, é preciso enxergar o que está por debaixo dos panos e entender o contexto pelo qual as imagens estão inseridas.

    • Qual contexto justifica mortes de mulheres, casamentos forçados de crianças?

      • Devo respeito ao homem, não a ideologias.

      • Etnocentrismo todos nós temos, mas mesmo assim sabemos que abusos, pedofilia, morte, misoginia, nada disse é legal, e se trás tanto sofrimento não sei o porque deixar de discutir, essas garotas não merecem isso.

  • povo burro

  • Pessoas, vejo essas fotos me da nojo, pois são um monte de homens velhos vagabundo, querendo cume menininhas novas.
    ÁÁÁÁÁÁ, mas tudo isso é em nome de '' deus'', mas q deus é esse ficar obrigado as pessoas, independentemente de sexo (homens e mulheres) CRIANÇAS, q eu vi no post´, a se carasarem com velhos pedófilos.

  • nossa sociedade e cultura também são umas merdas, mas velho… um dia vamos ter que decidir… ou nós ou eles, ai eu quero ver

  • John Trolliano sem negativo por um comentário? O mundo vai acabar.

  • Belo post, George Ca….. quer dizer, Sicko.

  • RICHARD DAWNKIS CURTIU ISTO.

  • "Essa cultura é assassina, logo toda religião não presta" – assinado: Jovem ocidental criado em uma cultura com principios morais judaicos-cristãos…

  • Ótimas palavras. Realmente mto bem colocadas.

  • A crítica realmente é bem feita, e eu compartilho dela. O que não pode ser relevado é que cultura é algo tangente ao pensamento local. E da mesma forma que a analisamos de forma negativa, eles também criticam a nossa. Por isso o tom de inquestionável domina essas discussões.

  • Desde sempre as pessoas usam a justificativa furada de "religião e politica não se discute" como desculpa para não terem o trabalho de pensar.
    Pensar dá trabalho, formar uma opinião dá mais trabalho ainda e sair da zona de conforto para tentar fazer alguma diferença, nem se fale! É muito mais confortável usar essa justificativa e continuar seguindo a vida.
    Eu acredito que o livre arbítrio nos foi dado para que nós possamos decidir o que é o "certo" a fazer em cada momento da vida. E questionar, com certeza é certo em todos eles.

  • Eu não sou muçulmano, mas, até onde eu sei, a religião deles não promove "a pedofilia, o assassinato e a tortura"
    eu sei que pessoas que tem uma leitura EXTREMA da religião acabam fazendo todas essas coisas "a pedofilia, o assassinato e a tortura" porém como em qualquer outra cultura e religião ou QUALQUER outra coisa o problema está no extremismo, eu não digo que "Religião é coisa de gente ignorante" como disse o nosso amigo.. Ignorante.. ali em cima (sim o nome dele tem escrito Ignorante), acho também que o ditado "Religião não se discute"não vem do fato que é proibido falar disso, mas, da inflexibilidade das duas partes onde um não vai deixar de acreditar porque o outro diz que algo é certo, e o outro não vai acreditar em alguma coisa porque o "um" diz que existe.
    Então, essa conversa de religião é um tópico que não vai chegar a lugar nenhum, e por favor Sicko antes de escrever sobre religião leia antes, porque oque você escreveu aí foi uma faceta dessa religião, lógico que são práticas extremamente cruéis e maléficas para QUALQUER SER HUMANO, mas lembre-se também que o pensamento dessas pessoas que fazem isto é inflexível, por favor, não se junte a eles, ou a outros fanáticos (como de futebol, outras religiões, de partidos políticos etc…)

    • "Eu não sou muçulmano, mas, até onde eu sei, a religião deles não promove "a pedofilia, o assassinato e a tortura" "

      Eu nunca disse isso, não seja burro.

      • eu copiei e colei "a pedofilia, o assassinato e a tortura" do seu post, quinta linha, por favor leia

        • e em momento nenhum eu chamei você de burro ignorante ou algo assim, é como eu disse se você for extremista, você não vai conseguir ver o lado do outro, portanto se abster de um comentário que VOCÊ FEZ e me chamar de burro, não prova que você está certo

  • o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?o que é fé?

  • Cara vc é o bicho.sem mais, parabéns.

  • Onde eu assino?

  • Nesse caso, acredito que quem tem a opinião de que cultura ou religião não se discute, é porque não se importaria de, se tivesse nascido nessa cultura, ser obrigado a segui-la.

    Seguir: não poder conhecer outras opções, ser obrigado a se casar com 12 anos e com um desconhecido, ser pai/mãe aos 13 anos e viver num ambiente de violência que em boa parte das vezes acaba com um braço quebrado ou pior.

  • Nesse caso, acredito que quem tem a opinião de que cultura ou religião não se discute, é porque não se importaria de, se tivesse nascido nessa cultura, ser obrigado a segui-la.

  • na medida!

  • Realmente não há o que descordar de tais palavras que nos faz refletir a cada imagem, mas do que adianta ter tantos comentários sobre o assunto se na manha seguinte elas irão desaparecer em meio a assuntos importantes como a 'novela' ou as imagens que nos impressionam tanto no blog, se realmente queremos fazer a diferença não devemos enterrar este assunto em meio aos muitos que nos cercam . Compartilhem e mostre que não são palavras jogadas.
    Parabéns pela coragem de mostrar o que nem um outro blog tem coragem de fazer.(como sempre)

  • Não é uma questão de absurdo, nós vivemos em um país que pelo sim, pelo não, temos a nossa liberdade de expressão respeitadas e temos contato com diversas culturas. Ainda sim, creio que é amenizante um pouco pensar que essas crianças não conhecem a "felicidade ocidental" e que a ignorância anda junto com a felicidade. Existe um certo país no globo que tenta impor a realidade vivida por eles em outras culturas, de forma violenta, julgando o que seria considerado errado, mas agora pergunto, SERÁ QUE PARA ESSAS PESSOAS ISSO É ERRADO OU PREJUDICIAL? Pergunta para qualquer iraquiano como ele se sente depois de ter sua cultura dilacerada pelos "salvadores do mundo". Nós não somos donos de uma verdade absoluta, não devemos impor a nossa felicidade a esse povo e o respeito deve sempre imperar. As vezes, x ou y comportamento é considerado normal para os indivíduos que compartilham daquela cultura.

  • tomara q se seu filho um dia tiver um problema um indio ache ele e enterre seu animal !

  • Isso aí Sicko (: essa história da religião ser acima de criticas é um absurdo! O mundo está em constante evolução, assim como os homens e assim como as religiões. Os homens que mantém isso são abusivos, pois duvido que mesmo que elas sejam 'fiéis' ou simplesmente totalmente passivas aos costumes, cultura e religião, possam ser felizes na vida que tem. Está na hora do mundo parar de simplesmente justificar com "é uma cultura, deve ser respeitada" e o direitos humanos? Uma vida digna é para todos. Não que somos superiores por julgar esse modo de pensamento e cultura de alguns povos, temos nossos defeitos. Porém não é possível que alguém feche os olhos ao que acontece com essas crianças e mulheres. Mesmo que seja um costume do lugar, religião…essas pessoas não são felizes pelas escolhas que fazem a ela, não são livres em optar por outra vida. Pois se aceitassem tanto quanto as pessoas que justificam essas coisas como "é cultura", pq fugiriam? Estamos longe de sermos superiores, mas mesmo a igreja católica(não sou católica) não anda queimando bruxas por aí ou outras tantas coisas que fizeram no passado quando estavam no comando. Existe uma evolução, existe cultura, mas também existe a consciência de cada um.

  • Acho que se você fosse uma dessas crianças, você estaria rezando para que o EUA modificasse sua cultura babaca onde uma criança tem que transar sem ter vontade (ser estuprada). Ou caso fosse gay, tivesse que viver com medo de expressar a sua vontade. Isso meu camarada é escravidão, é cerceamento do seu livre arbítrio.

    Você é um idiota completo, adora ir na modinha que os EUA vai dominar o mundo. EUA é mal…

    Resumindo, é fácil escrever no computador que não devemos nos meter no sofrimento do próximo, tipo, deixa essas crianças se fuderem na mão desses loucos, afinal SEMPRE FOI ASSIM.

  • Tópico deu mais ibope que as gostosas que aparecem por aqui…Religião não se discute como não se discute futebol…cada um vai defender sua ideia do ponto de vista dele…e gera uma discussão sem fim…eu por exemplo não acredito na religião…crítico quase todas…mas cada um sabe o que faz…diferente desses países onde não se tem liberdade de expressão ou opinião…não acho justo essa ideia de índios matarem suas crianças por deficiência física ou qualquer outro tipo…e tbm nem podemos comparar essa civilização "primitiva" sem evolução…fico por aqui…pois não vai levar a nada.

  • Perfeito, a crítica é saudável e essencial para inibir esses tipos de absurdos. A religião cristã também é ridícula, os casamentos arranjados eram comuns e as mulheres totalmente subjugadas. Até hoje a igreja orienta dessa forma, a nossa sorte é que o cristianismo deixou de ser a ideologia fundamental do mundo ocidental.

  • Os homens com os maiores PINTOS da galaxia usam turbantes vermelhos.

    E euzinha aqui?…vendo bandidos matando policiais? Comandante Hamilton com sinusite falando o tempo todo de
    ônibus incendiado, ataques…
    Penso o seguinte (não discuto religião, mas, opino) toda religião tem o seu teor de ignorância, no Brasil não sofremos tanto com isso….mas esse "Teor" de ignorância talvez faz parte do nosso DNA, somos ignorantes por natureza, brigamos, matamos por futebol, política, poder, opção sexual, credo e queira ou não discutimos até por um comentário mal interpretado aqui.
    Mas voltando ao principal do post, minha opnião é: METRALHA esse bando de velhos pedófilos, e quando estiver esperando por suas 72 virgens…..que apareça 72 ROLAS arrombadoras de CÚS!

    sdd SICKINHO…..

    ficou chato você tá?…nem fala mais comigo
    está namorando alguma baranga é???

    abafa,
    bate!
    ui

  • Quem foi que disse oque é certo é oque é errado ? pela sua, ou melhor, nossa cultura o casamente entra uma criança e um velho é algo absurdo. O submissão da mulher ao ponto de apanhar e fica calada e algo incompreensível mas não devemos julgar a cultura alheia como errada ou certa. Se em meados de 1500 a cultura Europeia não nos tivesse sido imposta, talvez hoje nos comportaríamos da mesma forma. Não se deve Ocidentalizar o mundo, somos diferentes e as evoluções culturais devem ocorrer de forma natural, não imposta, afinal de contas a mulher no mundo Ocidental já foi tratada de forma semelhante.

  • formidáveis palavras, sem mais.

  • Gostei da sua iniciativa, Sicko. Da mesma forma que você, eu penso que religião e cultura podem sim ser objetos de discussão, embora tenhamos que ter o cuidado de conduzir a discussão pelo caminho da argumentação racional, não do preconceito – "pré conceito" -, especialmente porque são objetos sobre os quais a maioria de nós, por não ter contato direto relevante, constrói conceitos a partir de informações que já receberam uma determinada carga valorativa.

    Como você, também me sinto pessoalmente incomodado pela falta de liberdades individuais das mulheres. Como você, me incomoda o fato de que crianças não tenham sua inocência – a única coisa que as difere de nós, adultos – respeitada. Entretanto, não é só no mundo islâmico que isso se dá. Nosso país também é rico em exemplos de fatos que, se não exatamente iguais, são parte da mesma natureza daqueles que você retrata. E isso não apenas por influência da religião em mentes pouco dotadas de discernimento e razão, mas, a meu ver, principalmente por falta de EDUCAÇÃO FORMAL DE QUALIDADE.

    Alguém que tenha aprendido, enquanto adolescente, que o mundo é maior do que aquilo que vemos diariamente, que existem pessoas tão diferentes de nós como a água é diferente do vinho, e que nem por isso essas pessoas são piores que nós, enfim, alguém que aprende a respeitar outro ser humano pelo simples fato de que é um outro ser humano, dificilmente se prende a valores morais tão rígidos.

    Por outro lado, o mesmo relativismo cultural que nos serve de "arma" para afirmar que cultura e religião podem sim ser objeto de discussão, também nos ata as mãos. Se nenhuma cultura possui valor intrínseco, se todas as culturas que existem estão em um mesmo patamar valorativo, então a nossa cultura ocidental não pode ser utilizada como parâmetro d e medida das demais culturas. E, sim, o respeito à liberdade individual da mulher, o respeito à infância, a liberdade de crença e de consciência, tudo isso é produto particular da cultura ocidental. E agora, José?

    Depois de gastar muitos ATPs pensando sobre a questão, a única – e óbvia – conclusão que pude tirar é que a liberdade individual de alguém que julgue estar submetido a uma condição com a qual não concorda depende do próprio esforço para sair dela. Parece uma conclusão egoístas – e é -, mas condiz com o relativismo cultural. Ademais, isso não quer dizer que devamos deixar de lutar – ou mesmo apenas dizer por aí – para que as pessoas tenham suas liberdades individuais respeitadas, apenas quer dizer que o grito de independência tem de partir dos oprimidos.

    Para concluir, não creio que a cultura ocidental seja a redentora da liberdade universal. Acho que se há características peculiares e abrangentes dessa cultura, elas são a hipocrisia e a contraditoriedade. Bradar pela liberdade feminina no islã é fácil: está longe, é o outro. Difícil é lembrar que a violência doméstica é a segunda principal causa de morte das mulheres no Brasil, e que esse tipo de violência não é causado exclusivamente, sequer principalmente, por influência religiosa. O telhado é de vidro.

Deixe uma resposta