7 comentários

  • mais ou menos… mais ou menos.

  • Eu curto pés, mas só faço carinho e dou uns beijinhos. Mais que isso acho escroto. Nunca que chupar um dedão é bom. =/

  • Foi uma indireta pro Diogo (Juventude Alucinada)?

  • nesse caso é falta de cacete mesmo

  • Nesse caso é falta de cacete mesmo

  • Assim não rapaz… Para um cara que se mostra tão conhecedor de variados assuntos e tão despido de preconceitos, você joga tudo por terra postando uma foto assim com este título…

    O fetiche por pés possui vários níveis… Concordo que alguns podem parecer estranhos mas prefiro não bater o pé dizendo isso para não parecer eu também, preconceituoso. Gosto de pés femininos, admiro, observo na rua, fotografo, beijo, lambo as solinhas… Isso não significa que tenho que fazer isso sempre (me referindo aos beijos e lambidas) da mesma forma que uma mulher faz sexo anal e nem por isso gosta ou quer fazer sempre que vai pra cama. É possível gozar acariciando os pés de uma mulher… Se ela também curtir, estiver no clima com você… Qual o problema? Da mesma forma como se é possível gozar apenas acariciando os seios! E se alguém disser que isso é maluquice, que pena. Está perdendo ótimas alternativas de tesão, de curtir o sexo, porque eu penso que se, for bom para os dois, porque não? Como é gostoso poder curtir uma mulher dos pés a cabeça… Ir para a cama, observando cada detalhe do seu corpo empinado em um belo par de saltos… Poder deixá-la apenas de calcinha e salto alto… Sentir o tesão subindo enquanto alisa suas pernas tirando as sandalias calmamente, beijando seus pés, dedos, solas, tornozelos, coxas, bunda, virilha e finalmente o ponto supremo… Tenho certeza, que quando chegar nesse ponto, os dois estarão excitados e mais tarde, o tesão nos pés trarão lembranças deliciosas… Melhores que essa foto tosca. Claro, alguns podem sentir tesão assim, como esse cara da foto. E daí? Tem cara que goza se a mulher enfiar-lhe o dedo no ânus. Tosco, né? Sei… O fato é que no fundo, todo mundo aqui tem sua tara escondida. E se disser que não, me perdoe; que sujeitinho mais sem graça que deve ser!

Deixe uma resposta