Um breve comentário sobre o que acho do conflito israelo-palestino:

A questão é antiga e histórica. Compreender como Israel e a atual Palestina se formaram é chave pra compreender a questão. Não há lado com razão absoluta, nem lado completamente errado. Se eu tivesse de colocar a CULPA, em alguém, colocaria no Reino Unido, seu mandato sobre a Palestina e na ONU. Como o jogo de culpa é um jogo sem sentido nesse caso, é preciso fazer a paz entre as partes.

O fato de os palestinos serem, obviamente, acossados, violados e injustiçados não os faz santos, nem aos judeus vilões. Os palestinos, por meio do Hamas, também cometem crimes de guerra.

Não se trata de uma questão de preto e branco, mas de muitos tons de cinza (juro que não foi intencional). Parece haver pela internet uma nova onda antissemita, e isso é perigoso. Israel, como estado, é sim responsável por crimes terríveis contra os palestinos, assim como esses cometem crimes contra civis em Israel.

AMBOS precisam parar, chegar a um acordo e garantir seus estados soberanos, em paz. Em uma guerra, especialmente uma guerra que dura desde antes da fundação de Israel, em 48, não há certos e errados. Há partes, ambas com motivações legítimas e, também, crimes. Não se deixem levar por teorias paranoicas nem por comentários racistas, amigos. Antes de tudo é bom lembrar que, abaixo de estados, há pessoas e que, no fim, essas pessoas desejam viver felizes e em paz.

Dito isso, essas fotos mostram a justiça, como é feita em Gaza, por palestinos do Hamas contra outros palestinos, acusados de colaborar com Israel (digo acusados porque jamais foram julgados).